Sábado
15 de Dezembro de 2018 - 

Juíza do TJDFT fala sobre a Central Judicial do Idoso ao "Band Entrevista"

A juíza do TJDFT Monize Marques foi a entrevistada da edição do último sábado, 24/11, do programa “Band Entrevista”. Coordenadora da Central Judicial do Idoso - CJI, a magistrada falou sobre os trabalhos promovidos pela central, bem como as formas de enfrentamento dos maus tratos sofridos pela pessoa idosa. O programa é pidido em 3 blocos e pode ser assistido clicando nos seguintes links: Parte 1; Parte 2; Parte 3. Instituída por uma parceria do TJDFT com o Ministério Público e a Defensoria Pública do DF, a Central Judicial do Idoso atua no acolhimento aos idosos que sofrem qualquer ameaça ou violação aos seus direitos. Deste modo, o estado intervém com o objetivo de assegurar a aplicação efetiva do Estatuto do Idoso (Lei Nº 10.741/2003). Segundo a juíza, a CJI busca uma adesão da sociedade para que haja questionamento e reflexão sobre o processo de envelhecimento da população, sobre as limitações que a própria idade acomete o idoso. Essa reflexão é importante para que se “diminua o nível de animosidade em relação a essa faixa etária da população”. Além disso, a parceria entre os três órgãos do judiciário visa também realizar uma avaliação sociológica, por meio das demandas apresentadas. "Se um idoso chega e apresenta um relato de um abuso financeiro, vamos buscar informações, se ele tem de algum benefício, se tem algum filho que usa dos seus recursos, quem mora com ele. E só conseguimos realizar a proteção, se for em rede. Com um relato único, nós alcançamos o máximo de proteção", disse a magistrada. "Visamos uma mudança de cultura e paradigma, porque a pirâmide etária está praticamente se invertendo. O número de nascimentos é menor, do que o número de envelhecimento, e em pouco tempo iremos conviver mais com idosos do que com crianças. Então, precisamos plantar hoje essa cultura de boas relações", apontou a juíza. Promover essa reflexão é importante, pois o envelhecimento é inexorável.   Central Judicial do Idoso A Central Judicial do Idoso é um serviço interdisciplinar destinado à pessoa idosa do Distrito Federal que tenha seus direitos ameaçados ou violados e que necessite de orientação e atendimento na esfera da Justiça. Tem como principais objetivos: garantir a efetiva aplicação do Estatuto do Idoso, prover a comunidade do DF de informações, promover a articulação com instituições para atendimento das demandas existentes e assessorar autoridades competentes. A Central funciona no 4º andar do bloco B do Fórum de Brasília e atende os idosos das 12h às 18h. O telefone de contato é (61) 3103-7609. Clique nos links para assistir à entrevista: Parte 1; Parte 2; Parte 3.
30/11/2018 (00:00)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia